Como fica o varejo no pós-pandemia?

Você se lembra de como era a experiência de fazer compras antes da pandemia? A dificuldade de pedir online, os prazos de entrega demorados e a comunicação fraca foram alguns dos problemas que nós vimos melhorar e muito durante esse período. Reparou? Pra explorar mais esse assunto, eu trouxe dois especialistas que acompanharam essa evolução bem de perto.  Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Caio Camargo, Diretor Comercial da Stone (Linx), e Mateus Quelhas, Head de Inovação aqui na ACE Cortex. Vem com a gente!

Frete grátis!

Com as restrições sanitárias durante a pandemia, o fechamento do comércio foi inevitável. Em 2020, 72,5 mil lojas físicas fecharam em 2020 e 27,5 mil vagas formais foram fechadas. Por outro lado, 2021 apresenta uma melhora significativa de performance dessas empresas. Com a queda do faturamento, as companhias brasileiras foram obrigadas a digitalizar parte de sua operação para sobreviver, mas aproximadamente 90% das vendas ainda são atreladas ao mercado físico.

Quando se trata das novas formas de varejo, o assunto da vez é omnicanalidade. A omnicanalidade valoriza a união sinérgica entre o digital e físico. A perspectiva é de que as companhias adotem essa estratégia que mescla online e offline para criar vínculos mais profundos com os seus clientes. Nos EUA, o omnichannel representou 21% das vendas do varejo, e a perspectiva é de que esse percentual chegue a 33% em 2025.

As redes sociais e os aplicativos de mensagens instantâneas foram a principal forma pela qual os varejistas conseguiram se comunicar com o seu público durante a pandemia. O social selling deve gerar US$ 3,37 trilhões em vendas até 2028, segundo a Statisa. Em 2020, o número foi de US$ 474,8 bilhões em GMV. Outro meio que deve alavancar a movimentação do varejo ainda mais é a utilização de dark stores, pequenos centros de distribuição que são posicionados estrategicamente em locais com maiores fluxos de pedidos.

Quer saber mais sobre o assunto? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram