Como o jurídico pode definir o seu M&A

Imagine a seguinte cena: você foi ler um contrato importante pra sua startup, estranhou uma cláusula e questionou. Como resposta, ouviu que aquele era o “padrão de mercado”. Você aceitou e assinou, mas será que era mesmo o padrão? Entender as entrelinhas desses processos pode determinar o seu sucesso lá na frente, com o seu exit. Para te mostrar esses pontos mais importantes, eu chamei duas pessoas que estão totalmente imersas nesse processo: o Filipe Röse, Advogado e Sócio da C2R Advocacia, e o Luiz Fernando, Venture Capital Associate na ACE Startups. Vem com a gente!

As entrelinhas do juridiquês

Em um M&A, alguns fatores podem determinar o sucesso e o momento perfeito para essa movimentação, como o mindset das pessoas envolvidas no processo, o momento de mercado que os empreendedores se encontram, o produto, o time e os financials. Além disso tudo, um outro fator pouco comentado, mas muito importante, é a governança e o jurídico dessa empresa.

Como já comentamos em outros episódios do Growthaholics, a falta de regularização de uma startup e um jurídico desorganizado podem levar até mesmo à desistência do M&A por parte da empresa que fará a aquisição. Por isso, toda atenção a essa área é pouca. Uma boa assistência jurídica pode garantir que um problema inicial não se torne uma bola de neve infinita, que só vai ser identificada quando sua startup estiver prestes a ser vendida. Mas o que fazer para evitar esse desgaste desde o início?

Claro, busque assessoria no começo do processo. Não apenas jurídica, um bom aconselhamento de quem já passou pelo processo do M&A também tem sua relevância. Outro passo importante é analisar a situação pelas lentes da neutralidade: o otimismo de quem está dentro do processo pode poluir o caminho até o resultado final, então é importante se perguntar “E se não der certo?”. Por último, não economize. Contratar um advogado conhecido, mas não especializado no processo, pode custar o seu M&A e o barato irá sair caro. 

Quer saber mais sobre o assunto? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram