construtechs

Construtechs: sua próxima casa vai ser de Lego?

O setor da construção civil é um dos que mais crescem no país. No entanto, não é o mais conhecido por ser inovador. E para mudar esse cenário, as construtechs oferecem soluções que prometem diminuir os custos, aumentar a qualidade, encurtar o tempo de construção e até minimizar o impacto ambiental. Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Pedro Carneiro e Diane Zehil, de ACE Startups, e recebe uma participação especial do Bruno Balbinot, CEO da Ambar. Vem ouvir tudo sobre as tendências do setor. Ouça já!

O que são construtechs?

Construtechs são startups que encontram soluções tecnológicas que visam modernizar o setor da construção civil, principalmente com foco em produtividade, economia e otimização de recursos. Algumas das principais áreas de atuação dessas são:

  • aluguel de maquinário;
  • gestão de canteiro de obras;
  • contratação de mão de obra;
  • prospecção de terrenos.

No entanto, podem existir diversas outros nichos. É válido lembrar que elas estão em toda a cadeia da construção civil, desde grandes negócios com empreiteiras por exemplo, até os pequenos empreendedores, como arquitetos.

Outro termo que podemos ligar às construtechs são as proptechs. Apesar de ligadas, são diferentes. Proptechs são startups do ramo imobiliário que usam tecnologias como internet das coisas e inteligência artificial para oferecer de forma serviços de compra, venda e administração de empreendimentos.

O impacto ambiental da construção civil

A construção civil é um setor que possui um dos impactos mais diretos no meio ambiente. Dentre eles, podemos citar a geração de resíduos, poluição sonora, consumo excessivo de energia, desperdício de água, mudança em depósitos hídricos naturais e diversos outros.

Quando pensamos nesse impacto, vemos a importância da inovação no setor. Dentre as principais tendências de mudança citadas na nossa pesquisa, estão:

  • Novos materiais;
  • Construção modular;
  • Conexão com startups;
  • Impressão 3D;
  • Uso de AI;
  • Gestão de dados;
  • Digitalização de processos;
  • ESG.

Cada uma dessas tendências podem diminuir drasticamente o impacto ambiental da construção civil. Para saber mais sobre esse setor, baixe o nosso report “O Futuro da Construção” ou ouça o episódio do podcast!

Report “O Futuro da Construção”!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram