ESG já está fora de moda?

Vamos voltar a um assunto que estamos discutindo desde o ano passado: ESG. Enquanto uns encaram ESG como fim de festa, outros buscam se aprofundar mais ainda no tema. Por isso, queremos tentar responder: ESG está fora de moda? Ou ainda é um assunto tão relevante quanto era um ano atrás? Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Amanda Coutinho, Head de CVC em ACE Cortex, e Mel Oliveira, Innovation Leader em ACE Cortex.

Qual é o seu papel na mudança?

Environmental, Social and Governance (ESG) não é um conceito novo, mas continua sendo destaque no mundo corporativo. A sigla diz respeito às práticas ambientais, sociais e de governança dentro de uma organização que se tornaram pontos chaves nas decisões de investimentos e nas análises de riscos. Por conta disso, segundo dados da B3, houve um aumento do engajamento das empresas brasileiras listadas com a agenda ESG.

É claro que muitas empresas têm um discurso reforçando a importância do ESG, mas as medidas adotadas são superficiais e muitas vezes nem são colocadas em prática. Não é à toa que o greenwashing e bluewashing estão cada vez mais em evidência. No entanto, conforme um estudo do IBM,  51% dos 3.000 CEOs entrevistados acreditam que o maior desafio para as empresas nos próximos dois ou três anos será a sustentabilidade, o que talvez coloque o assunto nos holofotes mais uma vez.

Por conta desse emaranhado de questões, no episódio desta semana de Growthaholics, debatemos a seguinte questão: o ESG é uma necessidade corporativa ou apenas uma moda? Conversei com a Amanda Coutinho, Head de CVC na ACE Cortex, e a Mel Oliveira, Innovation Leader na ACE Cortex, para tentar desvendar o que esperar das empresas com relação à sigla nos próximos meses. Bate-papo está imperdível. Vem conferir!

Quer saber mais sobre essas empresas? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram