future dojo

Future Dojo: ACE e EXAME criam edtech para destravar competências do futuro

ACE e EXAME anunciaram a criação da Future Dojo, joint venture de Educação. A edtech ensina as competências e habilidades necessárias para que profissionais e empresas “destravem” o crescimento. Assim, a sociedade com o principal veículo de comunicação de Negócios e Empreendedorismo do País surge em um contexto de rápidas e bruscas mudanças no mercado – que demandam uma atualização mais rápida e prática.

Leia também na Revista Exame

A escola digital reúne o aprendizado prático da ACE com startups (são 190 investimentos, 20 exits e mais de 5 mil empreendedores impulsionados desde 2012 via ACE Startups) e grandes corporações (são mais de 100 projetos de inovação com 70 das maiores empresas do País via ACE Cortex). Além disso, conta com o padrão de qualidade e reputação EXAME, principal publicação de negócios do Brasil há mais de 50 anos, um dos maiores sites de informação do País e integrante do grupo BTG Pactual. 

A aliança entre ACE e EXAME aproveita o melhor dos atributos de cada player. “A missão da Exame transcende o conteúdo jornalístico: é impacto, conhecimento, transformação. Dito isto, educação é um caminho natural da nossa jornada” diz Pedro Thompson, CEO da Exame. “A ACE é o parceiro perfeito para esta aventura. Reúne tecnologia, empreendedorismo e ideias fora da caixa são os atributos que vão mudar o mundo e conhecimentos que a ACE certamente possui”.

“A EXAME nos dá a reputação, escala e conexão direta com um público muito maior. A ACE tem educação no DNA, e buscamos os parceiros mais relevantes para nos associarmos. Queremos criar um negócio gigante e que impacte a economia e sociedade por meio da inovação, o que casa diretamente com o propósito ACE”, afirma Pedro Waengertner, CEO da ACE. 

Felipe Collins, sócio e anteriormente CMO (Chief Marketing Officer) e Venture Capitalist da ACE, assume como CEO da nova companhia. Future Dojo conta com trilhas de aprendizado nas áreas de liderança e gestão, inovação, competências do futuro, métodos ágeis e empreendedorismo. Atualmente, existem cinco cursos abertos, em formatos ao vivo, gravado e híbridos:

  • Inovação na Prática: ensina os 6 Princípios da Inovação criados por Pedro Waengertner em “Inovação Radical”, e conta com depoimentos de AstraZeneca, BTG Pactual, Banco Votorantim e outros;
  • Transformação Ágil: traz de modo prático e aplicável os fundamentos de Scrum, Kanban, Lean Startup e Mindset Ágil, para que o aluno consiga implementar os métodos ágeis e cultura ágil na sua equipe.
  • Liderança Data-Driver: uma formação completa de data science a visão de negócios, passando por criação de metas e análise de KPIs e OKRs. O curso forma profissionais aptos a tomar decisões e guiar a sua empresa com dados. 
  • Decodificando a Cultura: “cultura come estratégia no café da manhã”, disse Peter Drucker. O curso ensina como criar uma unidade coesa de valores, práticas e comportamentos, com Design Cultural e muitos cases.
  • Gestão do Tempo e Produtividade: especialmente em contexto de pandemia. aproveitar melhor o tempo garante maior performance e qualidade de vida. O curso ensina técnicas para abandonar a procrastinação e ser mais produtivo. 

Além destes, também foram realizadas turmas de bootcamps como Imersão Corporate Venture, que reuniu os maiores expoentes da aproximação entre startups e grandes empresas do País, e Bootcamp RH Ágil, que trouxe os fundamentos de agilidade, cultura e tendências para que a área de Recursos Humanos se torne cada vez mais estratégica. 

Veja também >> Como inovar na carreira em 2021? <<

De onde vem o Dojo

A ideia da Future Dojo surgiu de conversas sobre a necessidade cada vez mais urgente de requalificação e upskilling de profissionais. Ela é amplificada por conta do aumento da velocidade em que a transformação digital está acontecendo e afetando negócios e carreiras. 

Felipe Collins, novo CEO da Future Dojo, explica que buscou inspiração nos centenários dojos orientais para criar o conceito de aprendizado da joint venture. 

Em japonês, “Dojo” significa “Local do Caminho”. Muito mais do que um espaço para a prática de artes marciais, um Dojo é definido como um lugar de iluminação, segundo o zen-budismo. 

“Um dojo é um local onde há aprendizado prático e imersivo, por toda a vida. Você ingressa como um ‘faixa branca’ e ao longo do tempo vai ganhando técnica e habilidade para executar os movimentos e aplicar o que aprendeu desde o momento inicial, mas adquire também conhecimento sobre a filosofia, cultura e modo de pensar, de forma a elaborar o seu próprio racional sobre os conceitos”, conta Felipe. 

“Entendemos que o contexto atual de mundo demanda justamente isso: um espaço de lifelong learning, com aprendizado prático e rápido, que dê de fato as habilidades necessárias para surfar uma realidade volátil e uma transformação digital cada vez mais aguda, mas também ensine a refletir sobre tudo isso”, complementa.

Para conhecer a Future Dojo

Além de navegar no site, você pode conhecer melhor o método de ensino da Future Dojo fazendo um dos cursos da escola. Por conta do lançamento, é possível se matricular com até 30% de desconto em vários cursos disponíveis.

Acesse aqui e conheça mais a Future Dojo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram