O mercado bilionário de eSports

Quer conhecer um mercado fascinante? O assunto de hoje é sobre competições de eSports, ou seja, esportes digitais com games online. Você já deve ter ouvido falar sobre essas competições, com públicos imensos e prêmios milionários. Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Paulo Aguiar, Partner e CCO da 3C, e Yuri Fly, Co-founder e CEO da GamersClub, duas feras desse universo. Quer entender as dimensões disso tudo? Ouça o episódio completo!

O gamer é um nicho?

Competições de jogos digitais são um setor que movimentou U$1,4 bilhão em 2020, um crescimento de 101% em comparação com 2019. São marcas, times e jogadores profissionais, ligas e competições nacionais e internacionais das mais diversas modalidades. Esse ecossistema tem chamado cada vez mais a atenção pelo seu crescimento e suas façanhas, mas o que há de tão atrativo nesse mercado? São diversos fatores que resultam em um resultado extremamente favorável a marcas parceiras, mas o personagem principal dessa história é claro: o público.

Gamer não é um nicho. Parece contraditório, já que todo gamer consome um ou mais jogos de sua preferência de maneiras diversas, mas resumir esse público em um nicho específico não abarca as diversidades dentro dele de maneira completa. Muitas vezes, consumir conteúdos de jogos é um hobby que vai desde o jovem depois da escola até o adulto depois do expediente. Em números, 73% dos brasileiros afirmam jogar pelo menos um jogo. Então como engajar e conhecer esse público tão grande?

O ecossistema de games se tornou altamente rentável para marcas endêmicas e não-endêmicas, ou seja, relacionadas ou não a fatores que interferem em jogos. Atualmente, há patrocínio e apoio de bancos, empresas de telefonia, imobiliárias, e outros setores diversos que enxergam o potencial rentável do público diversificado que acompanha as competições. O fascínio pelo jogo, a retroalimentação do conteúdo criado, o sistema de competições profissionais, as estrelas de destaque da comunidade, tudo isso desenha um mercado que só tende a crescer mais ainda nos próximos anos.

Quer saber mais sobre o assunto? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram