O que a vacina da COVID-19 nos ensina sobre inovação?

Hoje vamos falar sobre como a vacina da Covid-19 pode nos ensinar sobre inovação e como isso pode reinventar o jeito que trabalhamos. A rapidez com que ela foi desenvolvida gerou bastante desconfiança entre as pessoas, mas toda a estratégia traçada por cientistas e empresas fabricantes mostra como processos inovadores aliados a modelos de trabalho ágeis geram bons resultados em tempo recorde. Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Sandro Magaldi, coautor do livro Gestão do Amanhã e cofundador do meuSucesso.com. Vem com a gente!

Ciência sob demanda

A vacina da Covid-19 foi a criação mais aguardada desde o início da pandemia. Após a OMS definir a crise sanitária como pandemia, as empresas farmacêuticas e os laboratórios iniciaram uma verdadeira corrida para serem os pioneiros no desenvolvimento de um imunizante eficaz. No entanto, por mais que a ânsia pela vacina fosse grande, a rapidez com que ela foi desenvolvida gerou desconfiança de parcela da população mundial.

Mesmo sob desconfiança, as vacinas contra a Covid-19, produzidas por diversas empresas farmacêuticas, tiveram eficácia e segurança comprovadas cientificamente, passando pelo crivo de agências reguladoras, como a Anvisa. Mais de 11,3 bilhões de doses foram aplicadas no mundo. No Brasil, 75% da população já está totalmente imunizada, com as duas doses. Essa adoção foi determinante para o controle da disseminação da doença e a diminuição de mortes e hospitalizações.

Como cientistas e laboratórios farmacêuticos conseguiram ter excelentes resultados em tão pouco tempo? Com a reestruturação de processos e a adoção de modelos ágeis de trabalho. 

Quer saber mais sobre como esses novos processos acontecem? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram