The Great Resignation: por que tanta gente está se demitindo?

No episódio de hoje, vamos falar sobre o movimento conhecido como The Great Resignation, que é, basicamente, uma onda de pedidos de demissão que começou nos EUA, mas se espalhou pelo resto do mundo. Neste episódio de Growthaholics, Pedro Waengertner conversa com Bruno Junqueira, Diretor de RH do SOMOS Educação, e a Lara Leite, nossa Head de People aqui na ACE. Vem com a gente!

Trabalhar com propósito

O movimento conhecido como “The Great Resignation”está ultrapassando as fronteiras norte-americanas e se espalhando pelo mundo. A onda de demissões, iniciada nos EUA, teve como principais fatores baixa remuneração, falta de promoções, desrespeito e pouca flexibilidade no ambiente de trabalho. Com isso, em 2021,  cerca de 47,8 milhões de trabalhadores pediram demissão nos EUA. Foi o maior número desde 2001, quando os dados passaram a ser coletados.

Essa onda também atingiu o Reino Unido, a Austrália e a França. No Brasil, mesmo com a taxa de desemprego em torno de 11,5%, em fevereiro deste ano, 560.272 pessoas pediram demissão. Os dados apontam para uma mudança generalizada no comportamento de profissionais em relação aos modelos de trabalho.

Para destrinchar esse fenômenos mundial e os seus desdobramentos para o mundo corporativo, no episódio desta semana de Growthaholics, conversei com o Bruno Junqueira, Diretor de RH do SOMOS Educação, e a Lara Leite, Head de People na ACE. Conversa imperdível e repleta de insights!

Quer saber mais sobre essas empresas? Ouça o episódio completo!

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram